Clique para ouvir o texto destacado! Distribuído por Discurso G
itenfrdeptes

Compartilhe nosso conteúdo!

A Igreja italiana destina uma parte significativa dos fundos de 8 por mil para ajudas de caridade ao terceiro mundo. O SIR informa isto numa nota em que ilustra os diferentes destinos desta ajuda.

Foram aprovados 69 projectos, para os quais 12.479.477 euros serão atribuídos da seguinte forma: 5.487.581 euros para 27 projectos em África, 3.516.030 euros para 23 projectos na América Latina; 3.457.866 euros para 18 projetos na Ásia; 18.000 euros para um projeto na Europa de Leste. Estes são os dados relativos à reunião do Comité para as intervenções caritativas a favor do terceiro mundo da CEI, que se realizou na sexta-feira, 24, e no sábado, 25 de maio, em Roma. Entre os projectos mais significativos – informa o Comité – três estão em África e, em particular, dois em Burkina Faso. A primeira envolve a criação de um complexo escolar para crianças deficientes na diocese de Koudougou. Também no Burkina Faso, para combater a desnutrição infantil aguda e crónica e promover cadeias agroalimentares geridas por mulheres, foi financiado o projecto “Recursos Terrestres”. As mulheres das aldeias envolvidas serão formadas graças a programas de saúde pública e depois tornar-se-ão líderes dos serviços comunitários de saúde nas suas aldeias (cerca de 50 aldeias, num total de 4.000 crianças e 3.000 mulheres). Mão de obra e materiais para construção serão fornecidos pela população local. Entre outras coisas, serão ativadas sete hortas comunitárias e dois centros de serviços. Em Cabo Verde, porém, foi financiado o projecto “Jovem Aprendiz”, que envolve a criação de um centro de formação profissional com foco no turismo e nas actividades locais. Entre os projetos latino-americanos mais interessantes, sublinha o Comité, está o do Paraguai, destinado aos jovens de Puerto Triunfo, onde será construído um centro multifuncional para a formação profissional (informática, corte e costura) e a educação de crianças e jovens pessoas e depois criou uma cooperativa. Por último, o Comité destaca um projeto que será realizado na Ásia, no Camboja, na diocese de Battambang, para atividades de formação profissional para jovens que abandonaram a escola e para apoiá-los na retomada dos estudos.

Clique para ouvir o texto destacado! Distribuído por Discurso G